sábado, outubro 16, 2010

Mais um belíssimo poema de Jade Dantas



inútil


há uma palavra a voar

sem pousar


pássaro perdido buscando ninho

na poesia guardada


sua linguagem é de vanguarda

mas estou viciada em escrever de ti

és o meu tema


talvez depois do silêncio não mais inútil

incontida ela me ultrapasse

no poema


© Jade Dantas

Recebi este poema, hoje. Como sempre, como em todos poemas enviados para mim e para tantos que seguem suas publicações, é um deleite apreciar estas belas palavras, escritas com tanto talento. Parabéns, Jade Dantas.

by Miriam

5 comentários:

Jade disse...

Obrigada pelo carinho, Miriam.
Felicidade para você.
Beijão
Jade

Nilson Barcelli disse...

É um belíssimo poema. Fizeste uma bela escolha, por isso.
Miriam, querida amiga, espero que o teu Natal tenho sido muito bom.
Desejo-te um excelente 2011.
Beijos.

Multiolhares disse...

é na verdade um belíssimo poema, parabéns, espero que o teu natal e ano novo tenha corrido em harmonia
beijinhos de bom ano

Nilson Barcelli disse...

Querida amiga Miriam, boa semana.
Beijos.

DE-PROPOSITO disse...

O desejo que a felicidade ande por aí.
Manuel