sábado, julho 26, 2008

Como me encontrar?


Como encontrar o que duvido
e aquilo que nunca pensei em ter?

Como saber das nossas verdades
se nem sabia o que podiamos ser?

Como crer no possível
se o impossível sempre nos rondou?

Como dizer o que sinto...
... que temo pelo que posso perder?

Há, na vida, duas certezas apenas
o sim... e o não!

Quando estamos no centro
fugimos da noção do real
e nos embrenhamos pela angustiante
... estrada do talvez!


by Miriam
numa poesia que tenta dizer o que sinto...


8 comentários:

Alexandra disse...

"Quando estamos no centro
fugimos da noção do real
e nos embrenhamos pela angustiante
... estrada do talvez!"

BELO!!!

1 beijoca

ps: A ausência não está relacionda com esquecimento Miriam. Agradeço sempre e muito as tuas passagens e palavras.

DE-PROPOSITO disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
DE-PROPOSITO disse...

... estrada do talvez!
-----------
A vida é mesmo isso. Coisas que podem acontecer, ou não acontecer. Há apenas uma que é certa. É que um dia chegamos ao fim da estação, e temos de nos apear.
Fica bem.
E a felicidade juntinho de ti.
Um beijinho.
Manuel

Carla disse...

e como se faz para afastarmos o talvez...que nos indica rumos falaciosos a seguir!
que lindas as tuas palavras
beijos

Nilson Barcelli disse...

Cara amiga, quem me dera saber responder às suas perguntas...
Mas o mais certo é que o "não-saber-como" quase nunca é importante.
E certezas só às vezes.
Lembre-se que todos nós estamos no centro dos nossos problemas. Mas convém não perder a noção do real.
Gostei do poema, é bem escrito, como de resto é usual no que escreve, pese embora a amgústia visível nas suas belíssimas palavras.

Beijinhos.

su disse...

E acabas por dizer tanto e entre o talvez ronda-se tudo e mais alguma coisa.

A carga emocional desta palavra pesa-nos imenso na alma. Na angústia da indecisão e no entre caminhos arrastamos a âncora dos actos...e custa...

Olha, quanto ao blog que sugeriste lá na Teia alinho...é só começarmos a combinar coisas! :)))

E quanto à troca para marcar...não há problema seres do Brasil. Tenho participantes do Brasil!! E o prazo estende-se até 30 de Agosto para o envio dos marcadores! :))

Beijinhos grandes aqui da Teia.

Mariliza Silva disse...

Por não conseguirmos fechar as portas do coração, estamos sempre vivendo o talvez...


abração e some não

Mariliza

em azul disse...

O talvez entope-nos o coração!

Abraço