sexta-feira, março 14, 2008

Com saudades de "Maria".

Maria estava cansada de tanto trabalhar. Resolveu olhar suas histórias.
Em cada uma delas um momento especial. Em cada uma delas uma lágrima ou um sorriso. Em cada uma delas uma verdade escondida em palavras ou palavras escondidas na verdade.
Sua vida mudara intensamente. Estava mais tranquila, mais confiante na vida. Havia mudado planos, refeito sonhos, alcançado objetivos. Muitos problemas ainda eram enfrentados, mas lembrava das frases de uma música de sua juventude:
"... eu não lhe prometi um mar de rosas... nem sempre o sol brilha, também há dias em que a chuva cai... "
Este trecho da música também lembrava um livro: "Eu não lhe prometi um jardim de rosas". Livro didático (dentro da sua área) onde uma história de uma paciente se desenrola.
Voltando ao início... Maria sentiu saudades de Maria. E voltou a se derramar em letras e parágrafos, simulando vida e arte.
Nesta vida tão corrida, onde não existe tempo para pensar, para parar, para descansar... ela furtou uns segundos e olhou a lua pela janela. Meia lua... mas brilhante!
- Será que a lua foi lavada pelos temporais da tarde? Será que o brilho aumentou porque os raios deixaram rastros de suas luzes intensas, perdidos e envoltos nos raios do luar?
- Será que na vida não é exatamente assim?
Maria conjecturava situações e jogava com as palavras. Não queria ser entendida. Apenas queria jogar. Não queria ser acreditada. Apenas inventar. Não queria querer... apenas fazer.
E fez.
E pensou.
E escreveu.
E sonhou.
E gritou.
E parou.
E cansou.
E partiu.
...


by Miriam, com saudades de Maria.

9 comentários:

alem do horizonte disse...

Oi,Miriam
Fez-me sorrir :)
Maria Voltando!!
Gostei muito de te ler
Palavras ao momento, nem sempre assim comento!!
Normalmente releio e volto depois.

"- Será que a lua foi lavada pelos temporais da tarde?"

Beijinhos,
MJ

DE-PROPOSITO disse...

"Eu não lhe prometi um jardim de rosas".
-----------
Convém não esquecer, que as rosas têm espinhos.
Fica bem.
Felicidades.
Manuel

A Flôr disse...

Boa noite Amiga e Irmã em Cristo Jesus! :)

Já à algum tempo que não passava por aqui para te "abraçar" e lembrar-Te o quanto és especial para o Senhor e para mim também! :)

Querida, não tenho andado bem de saúde, nem o meu filho mais novo. Tenho tido imenso trabalho e muitas actividades na igreja, e pouco tempo e até paciência para a net... mas tenho-te sempre no meu coração e peço-LHE nas minhas orações por todos os amigos que aqui fiz...

Sabes o que te venho pedir? Que ores, por favor, pela minha querida amiga Isabel Ruiz que não está nada, nada bem de saúde... ela está a precisar tanto de oração. Ela é católica, mas está tão receptiva à Palavra de Deus. Até me pediu que o meu pastor lá vá a sua casa para fazer uma oração pela restauração da sua saúde. CREIO QUE JESUS IRÁ CURÁ-LA! SÓ JESUS CURA!

Se puderes passa no meu cantinho e lê os meus ultimos posts e irás perceber o que se passa com ela. Por favor, deixa-lhe uma mensagem de esperança e fé. Uma passagem biblica... enfim, aquilo que o Senhor colocar no teu coração para a animares... eu ando tão preocupada e triste com toda esta situação, pois ela é uma amiga que me é muito querida. :(

Por favor, ora por ela. Nós sabemos o poder que a oração tem!

Beijo doce na tua alma e desculpa a ausência dos últimos tempos.

Tem o resto de um bom domingo

Flor no amor de JESUS

Mariliza Silva disse...

Minha querida

Desculpe minha ausência, mas ando ausente até de mim mesma...

BEijos e Feliz Páscoa

Mariliza

Nilson Barcelli disse...

Há Marias assim...
Ninguém sabe como é a vida ao certo. Temos apenas uma vaga ideia do que se passou e do que se está a passar agora. Futuro...?
Gostei do seu texto.

Páscoa Feliz, beijinhos.

DE-PROPOSITO disse...

E sonhou.
---------
Que o sonho continue.
Um beijinho.
Manuel

.*.Magia.*. disse...

Uma doce manifestação de saudade...

Mel de Carvalho disse...

Minha querida Miriam,

Hoje eu senti saudades de te ler e vim. Tenho estado afastada dos blogs, um cansaço maior, como já te disse. Mas hoje rompi o silêncio e vim, em boa hora.
Um sorriso imenso me encheu a cara de lua cheia. Recordo o momento exacto em que nasceram estes contos de "Maria"... Dai aqui tanto mudou. Na essência a vida segue o seu rumo.

Um abraço do tamanho do mar que nos une e nos separa, Miriam, e um beijo d(a)e Mel

Maria disse...

Querida Miriam,

Goste de te ler! Os meus parabens.

Beijinhos ternurentos.